Produção acadêmica nacional sobre Forno Solar!

O tema tem sido debatido nas instituições de ensino superior Brasil a fora. 

Confira nos links de trabalhos acadêmicos sobre forno solar:

 

 

PROJETO E CONSTRUÇÃO DE UM CONCENTRADOR SOLAR DE FOCO FIXO UTILIZADO PARA O AQUECIMENTO DE UM FORNO  ARACAJU/SE – 2009

 

CONSTRUCAO E TESTE DE FORNO SOLAR. Aracruz/ES-2008

Construção e avaliação térmica de um fogão solar tipo caixa. Natal/RN-2007

Anúncios

3 comentários sobre “Produção acadêmica nacional sobre Forno Solar!

  1. O primeiro projeto, do concentrador, de fora para dentro da cozinha, foi mais original e atraente, pelo fato de lançar os raios solares convergentes de fora para dentro da construção (cozinha), favorecendo os usuários com a proteção da sombra. Entretanto, há uma pequena falha a considerar: eles orientaram o aparato para o Polo Norte Magnético, em vez do Polo Norte Verdadeiro. Acontece que a declinação magnética da Terra varia, e o Polo correspondente fica a cerca de 1000 km do Polo Verdadeiro, que é aquele em que se situa a extremidade do Eixo sobre o qual gira o Corpo Celeste que nos abriga (a Terra). Para maior eficiência, deveria ser considerada a Declinação Magnética, encontrada nas Cartas Topográficas, para cada Região mapeada. Tais Cartas podem ser encontradas nas Divisões de Levantamento, do Exército, no IBGE ou no INCRA. A Declinação Magnética, assinalada no rodapé de cada Carta, dá os parâmetros exatos para a localização do Norte Verdadeiro, que possibilitará a maximização do aproveitamento da luz solar, tanto na orientação de heliofornos, quanto dos Relógios de Sol.

    Curtir

    1. Raalmente Alberto, este trabalho de Aracaju é especialmente bom! Além de ser um modelo bem cabível, a dissertação está ótima! Mas o que me chamou mais a atenção foi o sistema de pêndulo para orientação automática!
      Os outros trabalhos contribuem mais para a percepição da temodinâmica envolvida, bem relevantes também!
      Agora me pergunto a relevância de encontrar o polo verdadeiro, tendo em vista que o ponto focal se manteve no forno. Encontrar a referência certa seria importante no caso de um orientador por GPS!

      Curtir

  2. Continuando o comentário anterior.
    A determinação do Polo Norte Verdadeiro, aquele que deve ser considerado para melhor aproveitamento da luz solar, requer pelo menos uma em 3 maneiras:
    1) Usando-se a bússola. Ela não aponta para o PNV, mas para o Magnético, que fica perto da Baía de Hudson, a 1000 km do Verdadeiro. Com uma Carta Topográfica atualizada, pode-se ver o grau de Declinação Magnética, e fazer-se a devida correção, a partir do ângulo registrado na bússola, e considerando-se a data, hora e coordenadas do local de instalação do forno.
    2) Utilizando-se um Giroscópio. É um aparelho utilizado pelo Serviço Geográfico do Exército, pela Marinha (DNH), a Aeronáutica, IBGE, INCRA e CNPq. Posto em funcionamento, aquele aparelho acompanha o Giro da Terra, em função de seu Eixo, fornecendo o Norte Verdadeiro, sobre o qual noso globo gira, e que vai fornecer o ângulo mais exato para apuração dos Relógios de Sol e melhor aproveitamento dos heliofornos.
    3) Fazendo-se o Levantamento Astronômico da área geográfica onde se vai instalar o helioforno. É um método mais antigo, e mais complexo, mas tem o mesmo grau de exatidão dos meios modernos.
    P.S.: ainda creio que o meu modelo (hermético geodésico) fornece melhor concentração de calor, e mais eficiência. Abraço.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s