ONU declarou 2012 o “Ano internacional da Energia Sustentável para Todos”

“Reduzir a pobreza, oferecer oportunidades a todos, dinamizar a economia e lutar contra a mudança climática” são as metas.
“Não é aceitável que três bilhões de pessoas ainda precisem de madeira, carvão, carvão vegetal ou dejetos de animais para cozimento e aquecimento”
Disse secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon sobre o programa lançado na Cúpula Energia Mundial do Futuro, em Abu Dhabi, Emirados Árabes Unidos.

E a Pleno Sol vai se engajar nos assuntos do programa para poder contribuir difundindo o Cozimento Solar.

Confira no site oficial: http://www.sustainableenergyforall.org/

http://www.sustainableenergyforall.org/about/international-year-of-sustainable-energy-for-all

Matéria no blog CicloVivo: ONU lança o Ano Internacional da Energia Sustentável para Todos

Anúncios

3 comentários sobre “ONU declarou 2012 o “Ano internacional da Energia Sustentável para Todos”

  1. estas palavras que Ban Ki-moon tomou emprestado de um movimento que visa a promoção de formas de cozimento mais limpas, tendo em vista que o uso de combustíveis sólidos p/ coc…ção é feito de maneira inadequada, a fogo livre e muitas vezes dentro de casas sem chaminé, causando diversas mortes por problemas respiratórios mundo a fora! Coinsidentemente, ou não,grande parte do uso da lenha se dá em áreas com pouca oferta deste recurso, por características ecológicas ou devastação antrópica. Nestas áres é abundante a ENERGIA SOLAR que permite o COZIMENTO SOLAR e é neste ponto que meu trabalho se relaciona, platônicamente, com o programa da ONU.

    Curtir

  2. Alimentos crus (frutas, verduras) normalmente são mais saudáveis que aqueles que precisam ser alterados termicamente (assados, cozidos ou fritos). Os alimentos que precisam de grande calor no preparo podem receber esse calor de diversas fontes e por processos diferentes. A carvão, a álcool, a gás, elétrico ou solar, o que importa é o calor. A diferença básica é que o aquecimento por fonte elétrica ou solar não emite outros vapores que não os que são gerados diretamente dos alimentos em processo, como a fumaça do carvão, da lenha, e dos combustíveis (ainda que imperceptível, como a fumaça dos fogões a gás). A opção do cozimento sem fumaça é, com certeza, a mais ética, e logo será a mais econômica, à medida que a produção de equipamentos adequados aumente e se torne mais viável e popular, quebrando os preconceitos que dificultam sua adoção em massa. Quem está nesta militância, está no caminho certo, e será reconhecido pela História.

    Curtir

  3. Metas!!!
    Metas a serem alcançadas são um compromisso importante e renovam esperanças.
    Tão importante quanto as metas são o prazo de inicio, alcançe e conclusão. Neste processo é preciso que o Estado não tolere o mal feito sócio-ambiental, principalmente em relação àqueles, que a despeito do direito de propriedade, intimidam até mesmo um simples fiscal desavisado e até mesmo suscetível à propina.
    Vejo o cumprimento dessa meta como um desafio da própria sociedade, principalmente daqueles que sempre pagam a conta: os consumidores e os trabalhadores.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s